quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Dia da consciência negra

Amanhã, dia 20/11 será feriado em algumas cidades para expor a sociedade todo o valor e respeito que os negros tem e merecem, bem como todo e qualquer cidadão !
Porém como a grande maioria, creio eu saibam, todos foram trazidos através da escravidão, retirados de seus países e povoados africanos para quase todo "novo mundo", com o intuito de baixar os custos e alavancar a economia das colônias recém instaladas.

Brasil, Colômbia, Equador, Venezuela em menor escala, Caribe e a região sul dos EUA, todos esses países tem raízes afros na cultura, língua, culinária e que mesmo assim insistem no preconceito gratuito, não oferecendo melhorias e/ou alternativas para que através do sistema e do estado, tenham direitos iguais.
Minha opinião é que isso está longe de ter uma solução, mas que na minha visão tem uma resposta simples, só que o governo e as "autoridades" jamais irão atender, que é a igualdade social.

Um exemplo:
Se uma criança pobre, tiver a mesma condição de estudo, moradia, saúde, saneamento básico, de uma criança rica, ela entra em pé de igualdade.
A inteligência indifere de classe social, todos nós temos capacidade de pensar e raciocinar, o que pesa na balança é a base em que uma criança cresce.
Não é mais fácil você ter sua casa, sua cama quentinha, seu café da manhã, seu transporte e ir pra escola estudar feliz e contente ?
Não é mais difícil morar em um cubiculo alugado, com mais 3 irmãos, 5 tios, mãe e pai em um colchonete, não ter uma bolacha de água e sal para comer, ter que atravessar 2 tábuas do córrego ao lado e andar 3km e estudar feliz ?
Eu digo isso sempre, mas repito, é muito triste e dá vontade de chorar vendo crianças com tanto potencial, que tem vontade de estudar, que querem ser alguém na vida, mas que por esses motivos óbvios acima não tem a mínima chance de continuar na escola e vão para os sinais de trânsito, esquinas, praças e ruas cada vez mais perigosas, aprendendo com a arte da vida que a escola é lugar de "gente rica" !

Por isso sou contra a cota de negros nas universidades, isso foi uma aberração que o governo inventou, pois é mais fácil tentar aparar um galho na copa da árvore, que ameaça quebrar, do que plantar, semear, cuidar de uma semente, entenderam ?
Eu sei que essa questão da cota é uma discussão que não terá fim enquanto os políticos e ativistas entenderem que a coisa é mais embaixo, que precisamos ter um alicerce forte.
E infelizmente o negro que foi largado as traças depois da "abolição" em 1888, não teve para onde correr e paga isso até hoje em grande escala. Claro que temos brancos pobres e miseráveis, mas contra fatos não há argumentos.
As leis anti escravidão que surgiram no século 19 foram apenas "para inglês ver" literalmente.

Não foi feito um planejamento sequer para que o escravo fosse inserido na sociedade, porque não existia o brasileiro, éramos todos juntos, europeus, africanos, e os índios que já estavam por aqui e por direito eram os "donos".
Mas não foi isso que aconteceu !
Lemos nos livros de história, toda aquela baboseira da Princesa Isabel, da canetada que ela deu com a Lei Aurea, mas quem estava por trás de tudo eram os senhores de engenho que não queriam perder a boiada de exportar a cana para fora, pois sabiam que os ingleses não queriam mais comprar nada vindo de escravos.
Os abolicionistas, que eram poucos, também não tinham o que fazer, para eles, apesar do interesse em acabar com a crueldade, sabiam que os meios não justificariam o fim ...

E deu no que deu ...
Amanhã então, lembrem-se do valor que o negro tem !

2 comentários:

fernanda disse...

quero o dia da conciencia branca, dizem que somos racistas etc e tal... eu não saio por ai usando camiseta 100% branco e nem tenho cota e nem dia da conciencia branca, sou racista ou eles próprios se diminuem????
enfim amor passei por aqui... over and over again ehhehe

te amo

Marcos Rodrigues disse...

Estou com um post agendado para amanhã que falarei sobre este tema.

Acho um tremendo erro este feriado. Já temos muitos feriados, não precisávamos de mais um.

Parabéns pelo texto.

E Fernanda, se você sai com uma camiseta "100% Branca" você vai presa ou apanha.

Abraços,
Marcos Rodrigues
http://matchola.brogui.com